Close

Política Externa

Durante a presidência de Sarney, a política externa brasileira abandonou o alinhamento automático aos Estados Unidos. Voltou à posição de independência e abertura ao diálogo com todos os países, seguindo a tradição iniciada pelo Barão do Rio Branco e consolidada por Afonso Arinos. A retomada das relações diplomáticas com Cuba, a busca da integração sulamericana e a defesa das nações em desenvolvimento marcaram essa postura.

Em seu primeiro grande discurso sobre política externa, Sarney falou na abertura da 40ª Assembléia Geral das Nações Unidas, em 1985. Ali afirmou que o problema da dívida externa dos países pobres não deveria ser resolvido submetendo suas populações a condições ainda mais miseráveis. Essa posição foi combatida pelos governos americados dos presidentes Reagan e Bush, que pressionaram o Brasil com sanções comerciais.

%d blogueiros gostam disto: